Sistema de Medição Peso Potência - SMP²

Site oficial - ABVO / AFB
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Flexibilidade da mastreação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mauricio Bittencourt
Admin
avatar

Número de Mensagens : 102
Localização : COTA MIL / Brasília - DF
Barco : Twist
Data de inscrição : 17/08/2007

MensagemAssunto: Flexibilidade da mastreação   Sex Dez 19, 2008 9:52 am

Caros,

Submeto minha proposta de alteração para aferição da flexibilidade da mastreação.



Fator de Flexibilidade da Mastreação (FFM)
Definido como a capacidade de flexão longitudinal da mastreação, quando sujeito a carga de trabalho calculada.


Procedimentos de cálculo:

I) Determinação da carga de trabalho:

Comprimento máximo da retranca: (CMR)
Medido em metros desde a face à ré do mastro até ao limite externo do moitão da esteira.

Comprimento máximo da testa: (CMT)
Medido em metros desde a face superior da retranca ao ponto máximo de içamento da mestra. (barcos cujo garlindeu desloque verticalmente considerar a distância máxima equivalente a maior vela mestra do enxoval)

Carga de trabalho: (Ctrb)
A carga de trabalho será calculada em Kgf de acordo com a equação:

Ctrb = √(CMR² + CMT²)


II) Distensão máxima da adriça da mestra: (Dadm)
Com a adriça da mestra à altura do garlindeu exerça força suficiente para retirar a distensão nominal do cabo da adriça.

Medição: Com a adriça da mestra próximo ao mastro e à altura do Garlindeu prenda o dinamômetro e exerça carga inicial igual a 10% Ctrb. Marque este ponto no mastro (com fita ou caneta) o ponto inicial de carga. Tendo marcado o ponto inicial, aplique a carga de trabalho (Ctrb) e marque o ponto da adriça no mastro. Meça a diferença entre o ponto da carga de trabalho e a o ponto inicial determinando a Distensão máxima da adriça da mestra (Dadm).

III) Determinação do FFM:

Libere o cabo da esteira o suficiente para o procedimento e fixe-o ao dinamômetro, mantendo a outra extremidade fixa a adriça da mestra.
Nivele a retranca com o convéz utilizando um nível.
Com a escota da mestra e a adriça da mestra fixas, exerça a carga incicial de trabalho (10% de Ctrb) com o auxilio do dinamômetro caçando a esteira.
Meça o ponto da extremidade desde a extremidade da adriça à retranca na direção do cabo determinando o comprimento inicial (P1).
Exerça a carga de trabalho (Ctrb) e meça o ponto desde a extremidade da adriça até a retranca na direção do cabo determinando o comprimento final (P2).

Calcule o Fator de Flexibilidade da Mastreação segunda a equação:


FFM = 1 + [ (P1 – P2 – Dadm) / (2,5 * √(CMR² + CMT²)) ]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.geocities.com/formulabsb/
Diogo Rodrigues Pelles
Com.Tecnica


Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/08/2007

MensagemAssunto: Re: Flexibilidade da mastreação   Sex Dez 19, 2008 3:31 pm

Concordo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Flexibilidade da mastreação
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Frases 100 noção

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sistema de Medição Peso Potência - SMP² :: SMP² no Brasil :: Alterações propostas para 2009-
Ir para: